Detalhes sobre a adaptação da versão original de “Rebelde” para a Netflix

0

O anúncio da adaptação de “Rebelde Way” (versão original de Rebelde) para a Netflix deixou muita gente feliz. O projeto preenche uma lacuna no coração saudoso de uma legião de fãs e tem tudo para conquistar o filão de espectadores adolescentes, que fez bombar séries como “Elite” e “13 Reasons Why” na mesma plataforma. Há muitas perguntas girando em torno da notícia desse projeto – que ainda carece de maiores informações.

1. Não é “Rebelde”! É “Rebelde Way”!

É bom ter isso muito claro. Rebelde não é nada mais que a versão mexicana de “Rebelde Way”, a trama original, criada na Argentina por Cris Morena – a mesma idealizadora e compositora de “Chiquititas” e “Floribella”. A Netflix comprou os direitos de “Rebelde Way” para uma adaptação contemporânea. Embora as histórias sejam iguais, é importante ter em mente que a série não tem nada a ver com o RBD ou Anahí, Dulce, Maite, Alfonso, Christopher e Christian. Até porque, em “Rebelde Way”, o grupo musical se chamou Erreway. Além disso, a série terá novos atores.

2. O formato

A Netflix vai transformar a novela em série. Os 318 capítulos de “Rebelde Way” serão condensados em 20 episódios para a 1ª temporada. Se os espectadores gostarem, a série ganhará uma 2ª temporada com mais 20 episódios e assim sucessivamente.

3. Esqueça Lupita e Giovanni!

Em Rebelde, são seis os protagonistas que formam o grupo musical: Mía, Miguel, Roberta, Diego, Lupita e Giovanni. Em “Rebelde Way”, os protagonistas são apenas quatro: Mía, Manuel, Marizza e Pablo. Os equivalentes de Lupita e Giovanni são personagens secundários e não entram no grupo musical. Será assim na série da Netflix. “Já estive falando com a showrunner que escolheram, que é mexicana-americana, e ela me contou que vão deixar exatamente os mesmos personagens”, Cris Morena contou ao programa de rádio “Basta Todo”.

4. E as músicas?

“Rebelde Way” já teve quatro versões – no México, na Índia, em Portugal, no Chile e no Brasil – e cada adaptação contou com suas próprias músicas. O grupo RBL, de Portugal, até regravou novas versões de algumas músicas do RBD, mas também tinha seu repertório inédito. Tudo leva a crer que o grupo musical da série da Netflix também terá suas próprias músicas.





5. Quando estreia?

Na mesma entrevista ao “Basta Todo”, a produtora Cris Morena explicou que o projeto ainda vai demorar a sair do papel. “As típicas novelas juvenis que se fazem pelo mundo são diferentes. Eles levarão um ano para reduzir os quase 400 capítulos para 20 episódios”. A série deve ficar para 2020.

Fonte: POPline

Comments are closed.